Sócio-torcedor Nação Azul, somos mais de 2.600

Por Tati Dias - Assessoria de Comunicação

Institucional em 18/01/2018 Compartilhar

Organização, investimento e transparência são as marcas da nova gestão

O ano de 2018 começou surpreendente para o Programa Nação Azul. Em apenas um mês o programa teve um aumento de mais de 150% no número de sócios-torcedores ativos. Tudo graças aos investimentos que vêm sendo feitos nos últimos dias, sob a nova direção.

João Mota, que esteve à frente do Nação em 2015, volta à posição de diretor do programa, agora ao lado de Del Filho como gerente executivo. A nova diretoria aposta numa reorganização, tanto na administração, como na estrutura e divulgação, além de interiorizar as ações para o sucesso nesta temporada. “A minha intenção sempre foi interiorizar o Nação, beneficiar também os torcedores do interior. A torcida do Remo é muito exigente, e eu não encaro isso como uma coisa ruim, pelo contrário, pois se você não tem as pessoas te exigindo, tu te acomodas, e definitivamente é a torcida que nos ajuda a desenvolver esse trabalho com êxito”, aponta João que pegou o programa no mês de dezembro com 950 sócios ativos, hoje já são mais de 2.600.

Ser sócio-torcedor, além de ter acesso aos jogos do Remo, tem suas inúmeras vantagens, dentre elas temos o desconto em produtos adquiridos nas lojas do Remo, desconto em mensalidades de escolas particulares, e muitos outros. Beneficiar o torcedor de todas as formas é a bola da vez. “Se tem um mal costume do programa sócio-torcedor ser um mero trocador de ingresso, mas não é bem assim, temos parceiros e é nisso a nossa aposta para fidelizar o torcedor. Ele tendo um benefício fora das 4 linhas, damos certa tranquilidade a ele, uma comodidade. Nós vamos buscar parcerias para integrar esse leque de parceiros que vai dar esse retorno pra esse sócio.”, afirma o diretor.

“o torcedor é o patrocinador máster do Remo, e como ele patrocina ele quer a reciprocidade, quer um time aguerrido, confiante, conquistando títulos e subindo pra Série B, e para isso estamos trabalhando”, finalizou João.

O assistente de gabinete, Felipe Fonseca, compareceu ao Nação Azul da sede social na última semana,estava inadimplente desde 2016, regularizou sua situação e voltou a ser sócio-torcedor, “Se tornar sócio é uma forma que eu tenho de ajudar o Clube em diversas áreas, e além de ir aos jogos eu uso também para ter desconto nas lojas”, disse.

Para atrair novamente o torcedor, como no caso de Felipe, dentro da reorganização do programa Nação Azul foi feito um planejamento estratégico para os primeiros cem dias da gestão, que passa pela reforma do espaço destinado ao torcedor dentro da sede do Clube ao investimento em marketing e comunicação. Segundo o gerente executivo, Del Filho, para oferecer ao torcedor um atendimento de qualidade, era necessário mexer em toda a estrutura da sala. “O que era oferecido estava muito abaixo da expectativa do torcedor azulino, abaixo do que ele realmente merece, ele contribuía todo mês e chegava num lugar onde não se sentia acolhido, muito menos confortável, um lugar onde ele não tinha prazer de estar, e a gente conseguiu fazer em 14 dias essa reforma, com um projeto arquitetônico, vários profissionais envolvidos, o que ela tem uma importância muito grande, é desta sala que sai o resultado que a gente espera que seja a principal fonte de renda do clube”, destaca Del.

A sala com 26 m² ganhou pintura, forro de gesso, reforma de móveis e aquisição de outros, além da recuperação da parte elétrica. “Ela ganhou vida, e a gente tá muito feliz com o retorno do sócio. Hoje posso dizer com toda certeza que temos um dos melhores espaços destinados a sócios-torcedores do Brasil”, disse o gerente executivo.

Transparência

Outra novidade do programa é a transparência. O sócio-torcedor já recebe em seu e-mail a prestação de contas, tudo o que foi gasto, desde a operação em dia de jogo aos pagamento dos atendentes. “Acho de suma importância o sócio saber onde o dinheiro dele esta sendo empregado. O torcedor precisa saber que operação de jogo custa um certo valor. Ele precisa saber que existe um valor investido nos funcionários que fazem o seu atendimento, e a partir deste mês vamos disponibilizar, além do e-mail, essa prestação vai estar nas nossas redes sociais, para que o sócio tenha confiança na gente, pois independente de qualquer outra situação o dinheiro dele está sendo bem utilizado”, acrescentou Del.

Para se tornar Sócio-torcedor é muito simples: basta se dirigir à sala do Nação Azul, na Sede Social do Clube, ou a uma das lojas do Remo nos shoppings, ou ainda entrar no site clubedoremo.com.br, acessar o espaço destinado ao Nação Azul, escolher um dos 6 planos disponíveis e fazer seu cadastro e pagamento.

Toda e qualquer informação também está disponível nas redes sociais: nacaoazulCR (instagram/facebook e twitter) e programa de TV Nação Azul, na TV RBA, aos domingos.

Funcionamento Nação Azul

Segunda a sexta, de 9h às 19h

Sábado, de 9h as 12h

Não fecha para o almoço

Fone: 3351 5763

Nas lojas dos shoppings da cidade, das 10h às 22h



Voltar Imprimir

ÚLTIMAS

      NOTÍCIAS

Natação

Clube do Remo realiza dia das ferinhas na sede social

Nota

Boletim Médico

Futebol Profissional

Remo decide em casa jogo das quartas de final da Copa Verde