Após reunião, mesa diretora do Condel e membros do CONFIS são definidos

Por Clube do Remo - Institucional

Institucional em 16/12/2020 Compartilhar

O Conselho Deliberativo do Clube do Remo se reuniu na noite desta quarta-feira (16), na sede social, para dar posse aos novos conselheiros eleitos e nomear o presidente e vice do Condel.

Ao todo, 100 conselheiros foram nomeados pelo Presidente da Assembleia Geral, Luis Daniel Lavareda Reis Junior, para compor as cadeiras do Condel azulino no triênio de 2021/2023.

Após a nomeação dos eleitos, foi realizada a inscrição e votação da mesa diretora do Condel. Apenas uma chapa foi inscrita e por aclamação Milton Campos (presidente) e Marcelo Hermes (vice) foram nomeados. Carlos Gama será o primeiro secretário, Alcebíades Maroja segundo secretário e Hamilton Bordalo tesoureiro.

Após a eleição da mesa do Condel, a reunião de pauta seguiu para escolher os novos membros do Conselho Fiscal (CONFIS). 

MEMBROS EFETIVOS:

1-Júnior Vieira

2-Manoel Machado

3-Diego Bessa

4-Marco Antônio Fernandes de Figueiredo

5-Lucas Maia

Suplentes:

6-Lucas Sampaio

7-Rodrigo Moraes

8-Cássio Maciel

9-Romeu Biasan

10- Diego Nascimento

Segundo o Estatuto do Clube do Remo, cabe ao conselho Fiscal:

I - fiscalizar se o Conselho Diretor (CODIR) está cumprindo as normas estatutárias referentes a gestão financeira e contábil, e comunicar ao Conselho Deliberativo (CONDEL) eventuais infringências dessas disposições por parte daquele Poder, recomendando, na comunicação, a correção das medidas que julgar necessárias;

II - examinar mensalmente a contabilidade do clube, as contas e a documentação apresentada pelo Conselho Diretor (CODIR);

III - conferir todos os documentos de receita e despesa, contratos e títulos de propriedade do clube;

IV - fiscalizar a aplicação das rendas do clube, verificando o cumprimento do orçamento votado pelo Conselho Deliberativo (CONDEL);

V - apresentar por escrito em no máximo 30 (trinta) dias para apreciação do Conselho Deliberativo (CONDEL) parecer conclusivo sobre as contas da gestão do Conselho Diretor (CODIR) anexando o relatório das ações executadas por aquele Órgão ao final de cada quadrimestre e no encerramento de exercício;

VI - comunicar formalmente ao Presidente do Conselho Diretor (CODIR) todas as irregularidades que encontrar nos livros e documentos examinados requisitando as informações julgadas necessárias e exigindo as regularizações que couberem;

VII - solicitar a convocação do Conselho Deliberativo (CONDEL) para informar eventuais irregularidades nas prestações de contas do Conselho Diretor (CODIR) ou quando ocorrerem motivos graves e urgentes;

VIII - elaborar o seu regimento interno;

IX - elaborar e encaminhar para aprovação pelo Conselho Deliberativo (CONDEL) as normas regulamentadoras de prestações de contas as de procedimentos de compras, contratação de serviços convênios e contratos a serem cumpridas pelo Conselho Diretor (CODIR);

X - em caso de renúncia do Presidente do Conselho Diretor (CODIR) examinar as contas apresentadas e emitir parecer conclusivo do período de sua gestão.

§ 1º - Se o Conselho Fiscal (CONFIS), ciente de irregularidades praticadas pelo Conselho Diretor (CODIR), não as informar ao Conselho Deliberativo (CONDEL), tornar-se-á solidariamente responsável, aplicando -se a seus membros em consequência as penalidades previstas neste Estatuto.

§ 2º - Apurada pelo Conselho Fiscal (CONFIS) a responsabilidade de qualquer membro do Conselho Diretor (CODIR), cumpre ao Conselho Deliberativo (CONDEL) aplicar as sanções correspondentes previstas neste Estatuto, sem prejuízos das ações cíveis e criminais que possam ser promovidas, a fim de que o responsável responda pelos atos que tenham causado danos ao patrimônio e às finanças do clube.



Voltar Imprimir

ÚLTIMAS

      NOTÍCIAS

Nota

Boletim Médico

Nota

Nota Oficial

Voleibol

Voleibol: Equipe máster retorna aos treinos visando decisão do Paraense