Clube do Remo: Das águas para as glórias

É impossível referir-se ao Clube do Remo sem mencionar a origem fluvial e vencedora que teve a agremiação no início do século XX. Como nas demais modalidades, feitos inéditos e históricos também são contados no remo, como a primeira regata do Campeonato Paraense de 1972 que teve o Leão como vencedor de todos os dez páreos, somando um total de 120 pontos. A prova foi disputada na manhã do domingo 25 de junho de 1972 e contou ainda com a participação de Paysandu, Tuna Luso e Recreativa Bancrévea. Ninguém repetiu o feito até hoje.

Tempos também de reconhecimento onde os atletas sempre carregavam suas embarcações rodeando o gramado nos momentos que antecediam os jogos de futebol. Conseguiam reconhecimento através de aplausos e pela rivalidade já muito forte entre Remo e Paysandu. Atualmente o Leão continua sendo o maior campeão das águas no Estado. Foi também na sede náutica que as primeiras funções administrativas do clube foram desenvolvidas.

sede náutica

A Sede Náutica do Clube do Remo, à beira da Baía do Guajará, onde tudo se iniciou.

O remo sempre foi tradição no Clube; não à toa sua fundação foi graças ao esporte, que em 1905 era a paixão dos brasileiros. Um dos louros mais importantes da regata azulina veio no ano de 1934, com a conquista definitiva do troféu Lauro Sodré. Após uma disputa que durou 17 edições do Campeonato Paraense, o troféu desejado por Remo, Paysandu, Tuna e Recreativa ocupa hoje lugar de destaque na galeria da Sede Social azulina.

A conquista mais recente da regata azulina foi a da Copa Norte-Nordeste 2015, disputada entre 23 e 24 de maio em Belém. A competição, apesar do nome, contou com atletas de equipes do Espírito Santo e Distrito Federal, além de Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Amazonas e dos anfitriões Remo, Paysandu e Tuna. A conquista foi muito celebrada pela torcida que compareceu em grande número na Estação das Docas, famoso ponto turístico da capital paraense.

CopaNorteNordeste2015
O Remo foi campeão Norte-Nordeste após deixar para trás o Sport Recife e o seu maior rival
Foto: Salim Wariss

Os principais títulos da regata azulina estão listados abaixo:

CONTINENTAIS

Campeonato Sulamericano de Remo Máster (Valparaíso-CHI) – 2008 – 1 medalha de ouro

Campeonato Sulamericano de Remo Máster (Florianópolis-BRA) – 2010 – 2 medalhas de ouro, 1 de prata e 3 de bronze

Campeonato Sulamericano de Remo Máster (Tigre-ARG) – 2011 – 2 medalhas de ouro, 4 de prata e 1 de bronze

Campeonato Sulamericano de Remo Máster (Mercedes-URU) – 2012 – 2 medalhas de ouro, 3 de prata e 5 de bronze

Campeonato Sulamericano de Remo Máster (Concepción-CHI) – 2013 – 1 medalha de ouro no Double Skiff – Atleta Lis Lobato

REGIONAIS

Copa Norte-Nordeste – 2015

ESTADUAIS

Campeonato Paraense – 39 Títulos – 1911, 1913, 1914, 1915, 1917, 1918, 1921, 1923, 1926, 1929, 1931, 1933, 1934, 1941, 1945, 1947, 1961, 1966, 1967, 1968, 1970, 1971, 1972, 1979, 1980, 1982, 1984, 1986, 1987, 1990, 1991, 1992, 1999, 2001, 2007, 2010, 2011, 2012 e 2013

Troféu Lauro Sodré – 1934