Clube do Remo realiza I Festival Gastronômico

Por Clube do Remo - Institucional

Institucional em 11/09/2019 Compartilhar

O Clube do Remo completará no próximo ano 115 anos de fundação. Dando início as comemorações, o Clube abre a programação com o I Festival Gastronômico “Os Sabores da Nossa História”. O evento acontecerá no dia 28 de setembro, a partir das 11h, na Sede Social azulina, e o público poderá se deliciar com uma variedade gastronômica da cidade.

Nesse primeiro evento do Remo 115, será explorada a singularidade dos sabores de Belém. Chefs de cozinha de renome nacional e internacional, apresentação pratos criados para o festival. Todos os cardápios terão ingredientes regionais e com a cara do Clube do Remo.

Serão montados stands que representarão os principais restaurantes de Belém, nos quais serão vendidos pratos a preços especiais. Além dos quitutes gastronômicos, o público contará com a programação musical para todos os gostos, como Quarteto do Mercado, Dj Raul Bentes e Balada.com.

O objetivo da programação Remo115 é promover a cultura gastronômica paraense por meio de seus ingredientes, técnicas e a interação entre chefs e suas diferentes especialidades, além de resgatar memórias de grandes nomes do Clube do Remo.

Para o festival, os ingressos já estão à venda nas Lojas do Remo, no valor de R$ 20 e R$ 10 para sócios proprietários, remidos e torcedor.

Os curadores do evento serão Arthur Bestene, o Artuzão, e Ângela Sicilia.

Ângela Sicilia

A família de Ângela começou na sede social azulina e tomou conta do bar desde 1983. Retornaram ao clube em 1988 e desde então nasceu a empresa da família Sicilia em 1989.

Há tempos que o mundo tem se rendido aos encantos da gastronomia amazônica. E a mistura Itália x Amazônia tem resultado em receitas mais que saborosas. A chef Ângela Sicilia tem um pé na Itália e outro na Amazônia, por isso a vantagem em suas criações ao unir as duas cozinhas com segurança e sem nenhum medo de errar. Assim como uma boa receita é feita com muito cuidado, o preparo de um chef também requer atenção especial. Desde pequena Ângela estava na cozinha acompanhando os pais, a mama Jussara e o pai Giuseppe, ela mineira e ele italiano. Juntos, souberam transmitir aos filhos todo o prazer em fazer culinária. Esta é a proposta da chef Ângela Sicilia, que em 2012 assumiu o restaurante Famiglia Sicilia, já tradicional em Belém quando se trata de culinária italiana. Aberto há 30 anos, o restaurante ficava sob o comando do irmão mais velho, Fábio Sicilia, que de chef passou a sommelier e agora tem a missão de harmonizar os pratos criados pela irmã. O Famiglia faz gastronomia com base no paladar italiano: parmegianas, lasanhas, nhoques, pommodoros, e todas as delícias que amamos. Receitas exclusivas, atendimento de qualidade, comodidade e sofisticação. Durante todos esses anos a casa sempre buscou fazer o coração italiano se apaixonar pelo paraense, com receitas elaboradas para aproximar as duas cozinhas, como: picccola Giulia de cupuaçu, pescada no tucupi, nhoque de pupunha, panna cotta de castanha. 

Pratos do Festival:
Arthur Bestene

Artur Bestene, o Artuzão, é o curador do evento. Artuzão, tem um currículo robusto, é cozinheiro profissional desde o ano 2000. Paraense de Belém e descendente de árabes, começou a cozinhar com a avó libanesa, portanto, desde criança experimentou na cozinha a “fusão” (mistura de sabores brasileiros e árabes), hoje sendo sua maior assinatura como chef. Foi proprietário da CIRCUS HAMBURGUERIA uma das primeiras do Brasil fundada em 2005, vencedora de vários prêmios, inclusive considerada uma das 10 melhores hamburguerias do Brasil segundo a revista Veja. Comandou o BUFFALO STEAKHOUSE, casa de carnes bubalinas, com requinte internacional, na Estação das Docas. Foi proprietário/chef do OLD SCHOOL GASTROPUB, que funde hits de gastronomia de pub com insumos amazônicos. Arturzão foi ganhador de vários prêmios de gastronomia e de entretenimento (já foi considerado um dos melhores bares do Brasil, pela revista Playboy). É especialista em charcutaria, brasa e cozinha de fusão. Hoje está com um projeto incubado na UFPA chamado LINGUIÇARIA.

Categoria: Sanduíche
Prato: Hot Lion
Descrição: Muçuã de botequim, picles de maxixe, catchup de cupuaçu com pitaia.
Homenagem: Nação Azul

  • Daniela Martins

Daniela Martins, de Belém do Pará, é especializada em cozinha paraense e está à frente da aclamada cozinha do restaurante Lá em Casa há 11 anos, que teve como precursores sua Avó, Anna Maria e o pai, Paulo Martins, reconhecido nacionalmente como o Embaixador da Cozinha Paraense. Sua atuação se dá em duas linhas: resgatar pratos da cozinha típica e tradicional paraense e inovar esta

tradição. Tem formação em Chef de Cozinha pelo ICIF Brasil e cursos complementares na Escola de Gastronomia de Aires Scavone e na Escola da Arte Culinária Laurent.

Categoria: Comida de Boteco 
Pratos: Dadinho de Tapioca e Croquete de Charque.
Homenagem: Alcino Neves e Baenão

  • Debora Belarmino

Debora Belarmino é contadora. Desde 2010 começou a fazer doces em casa e se aperfeiçoou na área da gastronomia mais especificamente na confeitaria, onde fez cursos no Rio de Janeiro e São Paulo. Atualmente é proprietária da doceria Delalê. No dia 28 ela estará com o prato Bolo 33.  

Categoria: Doces 
Prato: Bolo 33
Descrição: Bolo de Baunilha c/ recheio azul e Doce de Leite.
Homenagem: Tabu de 33

  • Thyago Guarany

Thyago é paraense formado em gastronomia na Alain Ducasse Education/Estácio-RJ. Chef do Mirakuru Noodles e K Sushi. Para o evento preparou o Gato grego: versão individual do churrasco grego, inspirada nos churrasquinhos de estádio.

Categoria: Espetinho
Prato: Gato Grego de campo
Descrição: Fatias finas de carne temperada c/ sementes paraenses assadas na brasa, servidas com farofa de manteiga e canela e vinagrete de maracujá.
Homenagem: Espetinho de Gato do Baenão

  • Solange Saboia (Casa Combu)
    Solange cresceu sempre perto das panelas. Sua avó, quituteira de mão cheia, é uma das suas grandes inspirações. Estudou gastronomia no Senac-SP e acabou complementando o conhecimento na Espanha, onde passou uma temporada e fez um curso de cozinha espanhola. De volta à Belém, trabalhou como chef no renomado Restaurante Benjamin e em seguida esteve à frente do Santa Chicória, como uma das sócias e chef. Há 5 anos Solange comanda as panelas da “Dois mais Um”, uma empresa de eventos, junto com Felipe Gemaque. Em 2017, Solange inaugurou um restaurante na sua casa na Ilha do Combu. Junto com o irmão e sócio, Luiz, oferecem grandes experiências para os frequentadores da Casa Combu.

Categoria: Frutos do Mar
Prato:  Arroz de Mariscos
Descrição: Arroz com Caranguejo, Sarnambi e Camarão Regional.
Homenagem: Periçá

Edvaldo Caribé (Jambu BBQ)

Pitmaster, instrutor de American Barbecue e parceiro comercial da @pitmastersbrasil, juiz de competição da Kansas City Barbecue Society (@kcbbqsociety), organizador do primeiro campeonato de American BBQ da Regional Norte (etapa classificatória para a final Nacional), participante de grandes festivais de churrasco pelo Brasil, e um dos idealizadores do projeto @Jambubbq - Edvaldo Caribé ou @caribebbq, se dedica a difundir a cultura do American BBQ (Churrasco Defumado) na Região Norte, com valorização dos ingredientes regionais amazônicos.

Categoria: American BBQ
Prato: Cupim defumado na Lenha de Macieira c/ Dry rub (mix de temperos) à base de maniva.
Descrição: Acompanha de Mousseline de Abóbora Cabotiá, finalizado com Crispy de Jambú.
Homenagem: Antônio Tavernard (Autor do hino do Clube do Remo)

 

Ray (Beto Salomão Restaurante)

Natural de Belém, atua no mercado gastronômico há 25 anos. Atualmente é chef no Beto Salomão Restaurante e trabalhou na Decanter Belém, Capone Ristorante,  Capital Lounge Bar e Sushi Ruy Barbosa.

Categoria: Regional
Prato: Risoto Mais Querido
Descrição: Arroz com Maniçoba com catupiry, creme de leite, calabresa, parmesão finalizado com queijo coalho. Acompanha farofa de pipoca de tapioca.
Homenagem: O Mais Querido

  • Júlio Cezar (Resturante Toca 33)

Atua há 21 anos no mercado. Desde quando saiu da Marinha, trabalhou na cozinha internacional do grande Hilton Hotel sendo graduado a Chefe com vários cursos ofertados pelo próprio hotel, sendo, posteriormente transferido para o Hilton Morumbi e Hilton Buenos Aires. Após 9 anos retorna a Belém para trabalhar em vários restaurantes, servindo como consultor e fazendo eventos.

Categoria: Italiana
Prato: Fettuccine com Castanha do Pará, bacon, queijo e molho branco.
Homenagem: Mundialito de Caracas

 



Voltar Imprimir

ÚLTIMAS

      NOTÍCIAS

Serviço de Jogo

Serviço de Jogo - Remo x Paysandu

Outros Esportes

Equipe de judô do Clube do Remo fica entre os primeiros colocados no III Terceiro Circuito Paraense

Basquete

Sub-13 vence rival pelo Paraense de Basquete